Foto: Gaía Passarelli.

Você acha o Porto o lugar mais maravilhoso do mundo.
Ponto. Não há discussão possível.

Você pode passar horas a discutir porque é que as Antas é melhor que a Foz.
Ou ao contrário, se você é da Foz.

Você é do FCP. Não? Então é do Boavista. Também não?
Então fique bem caladinho quando a discussão for futebol.

Tripas são uma parte importante da sua vida, e tem muito orgulho nisso.
Toda a gente não do Porto refere-se aos portistas como tripeiros, como se isso fosse pejorativo. Há muito orgulho em ter comido apenas as tripas durante meses, para dar a carne aos soldados que iam combater para Ceuta, em 1415. E convenhamos, não há melhor almoço que um bom prato de tripas à moda do Porto.

Comida é um assunto sério.
Não venham cá com pratinhos gourmet com merdinhas em quantidades mínimas. E não são só as tripas, que são bem carregadas com feijão e enchidos; refeição que se preze é um bom cabrito assado, um bacalhau à Gomes de Sá, umas pataniscas com arroz de feijão, tudo em doses que alimentariam um batalhão.

Você come sandes de presunto na Badalhoca.
E bifanas na Conga. E sandes de pernil na casa Guedes.

Mas eleger o lugar da melhor francesinha sempre gera discussão.
Santiago, ou Buffet Fase, ou Cufra, ou Cervejaria Galiza… Ou tem muito pão, ou é muito picante, ou não é suficientemente picante, ou tem pouco queijo, ou tem pouco molho. Toda a gente quer fazer valer a sua opinião.

A família é tudo. Os amigos são família.
Os amigos dos amigos são amigos, e os amigos dos amigos dos amigos também. É tudo levado para casa e alimentado como se o mundo fosse terminar amanhã. Não há como não se sentir bem-vindo. Vamos comer uma francesinha?

Você tem o cérebro no coração e o coração na boca.
Nem o pensou já saiu boca fora. Não importa o quê, nem a quem. Dois segundos depois é como se não se tivesse passado nada, mas se eu tiver que te mandar “pr’ó caralho” eu mando.

Palavrão é coisa que não existe.
Foda-se e caralho são interjeições e conectores de linguagem como os outros, não é?

Você bebe cimbalino.
Você VAI ao café, mas o que bebe é um cimbalino.

Você sabe que o nevoeiro e a chuva fazem parte da vida.
Não importa. O Porto é o melhor lugar do mundo, portanto isso é só um detalhe.

Você guarda tudo.
Tudo! Aquela cadeira horrível que já vem passando desde o tempo da bisavó e que ninguém suporta? Vai continuar na arrecadação dos teus pais, depois na tua, depois dos teus filhos…

Você conhece a Menina Nua
Não, a estátua que está no fim da Avenida dos Aliados não é a “Estátua da Juventude”, é a Menina Nua.

Você já saiu do Industria de manhã.
Também nunca sabe quando é que o clube vai fechar e mudar de donos novamente, mas quando reabre você está lá.

Ver 30 comentários