Photos: Andrea Rees

A canadense Andrea Rees é fotógrafa e mãe de dois meninos. Também é estudante da MatadorU, viajante e co-host do #WeGoSolo, twitter chat semanal criado por e para mulheres que viajam sozinhas e idealizadora do projeto The heART of a Woman, que ensina fotografia digital em iPhones para mulheres de uma comunidade carente na África do Sul.

O projeto, que em português é batizado ‘o coração de uma mulher’, usa iPhones doados e pretende “empoderar e criar pequenos negócios através da venda de arte fotográfica”. A etapa piloto e a fase um do THOAW aconteceram em novembro de 2013 no Centro de Educação e Artes eKhaya eKasi em Khayelitsha, distrito da Cidade do Cabo.

“O objetivo é capacitar mães desempregadas e jovens mulheres em fotografia móvel, para que assim elas possam ter uma voz. Acreditamos que esta é uma saída criativa para que elas tenham a própria renda, pois os cartões-postais podem ser vendidos aos turistas que frequentemente visitam a instituição e também pela internet”, explicou Andrea em entrevista para a revista brasileira Marie Claire em fevereiro – leia íntegra aqui.

Em entrevista para a MatadorNetwork, Andrea conta que o projeto fez diferença já na primeira fase: “Além da confiança que as mulheres ganharam no tempo curto em que estivemos juntas, novas habilidades foram aprendidas e elas começaram a ganhar algum dinheiro próprio. Após o trabalho desenvolvido, alguns amigos compraram cartões assim que ficaram prontos. Além disso, eu pré-comprei quinze cartões de cada mulher para vender em pacotes especiais. Vendi todos os pacotes em menos de um dia”.

No vídeo abaixo, as participantes do projeto comemoram o sucesso da primeira etapa.

Segunda fase à vista

Feliz com o resultado do projeto, Andrea se prepara para voltar à Africa do Sul e realizar a segunda fase, que está em fase de captação até maio próximo.

“Se você está viajando para a Cidade do Cabo, visite o centro e conheça o local e seus projetos em andamento. Ao comprar os cartões você ajuda diretamente essas mulheres e mães que trabalham duro”, conta Andrea. “Travel bloggers, fotógrafos e outros interessados que tenham experiência em social media e fotografia também podem ajudar. Na verdade, qualquer um com algum conhecimento de fotografia no iPhone pode ajudar. Eu ensinei para essas mulheres o básico, agora elas precisam construir algo em cima.”.

Saiba mais (e participe) no site PhotographyGives. Você também pode seguir a Andrea no twitter, no facebook, no instagram e em seu site, o WanderingPhone.

Seja o primeiro a comentar