1 – Popcorn.

Popcornopolis por Clotee Allochuku

Dizem que a pipoca é um das poucas comidas verdadeiramente norte-americanas, já que até pouco tempo os vestígios mais antigos da pipoca haviam sido encontrados no estado americano de Novo México e datados de 3.600 a.C. Hoje, acredita-se que povos indígenas do Peru já comiam pipoca bem antes dos nativos norte-americanos.

Independente de origem, a pipoca faz parte da alimentação americana e é um dos snacks mais populares no país. Existem lojas inteiras dedicas à guloseima que não só são vendidas nas versões doce a salgada, como no Brasil, mas também em sabores como caramelo, canela e cheddar.

2 – Buffalo Wings.

Wing Stop por David Copeland.

As Buffalo wings, originárias da cidade de Buffalo no estado de Nova Iorque, são asinhas de frango cobertas com um molho apimentado feito com pimenta caiena. As asinhas são geralmente servidas como tira-gosto e acompanhadas de talos de aipo e molho blue cheese que suaviza um pouco seu sabor picante.

3 – Clam Chowder.

Clam Chowder do Woodhouse Fish Co. em São Francisco por Neil Conway.

Nada como uma tigela de clam chowder nos dias frios de inverno nos Estados Unidos. O clam chowder é uma sopa cremosa de amêijoas (um tipo de molusco) originária do estado de Nova Inglaterra. Além dos moluscos, a sopa leva batata cozida, cebola e pequenos pedaços de carne de porco frita. (nota da editora: é bom demais!)

4 – Funnel Cake

Patsy.” width=”600″ height=”398″ class=”size-medium wp-image-1771″ /> Funnel cake feito em casa, por Patsy.

O funnel cake (ou bolo de funil) tem este nome porque a massa usada para fazê-lo é despejada no óleo com um funil. Depois de frita, a massa é coberta com açúcar, frutas, canela em pó e/ou diferentes tipos de caldas. O bolo de funil é uma bomba calórica, mas perfeito para aqueles dias que você está afim de enfiar o pé na jaca. Você encontrará esta delícia doce em grande parte dos parques de diversões espalhados pelo país.

5 – Cioppino

Cioppino por Kelly Sue DeConnick.

O cioppino (ou caldeirada de frutos do mar) é um prato originário de São Francisco, na Califórnia, e criado por italianos que imigraram para a região no fim do século XIX. Esta saborosa sopa é feita com uma mistura de vários frutos do mar (caranguejo, amêijoa, camarão, vieira, lula e mexilhão) que são cozidos no caldo temperado e misturados com tomates frescos e molho de vinho. Não deixe de provar este prato durante a sua visita ao Fisherman’s Wharf em São Francisco.

6 – Biscuits and Gravy

Pãozinho e molho, um favorito no café da manhã. Por John.

Nos Estados Unidos, biscuits são pãezinhos bem macios e amanteigados. São geralmente servidos no café-da-manhã, mas também acompanham alguns pratos servidos em outras partes do dia. O gravy nada mais é que um molho de carne que se despeja sobre os biscuits e que os deixa ainda mais saborosos.

7 – Cinnamon Roll

Rolinhos de canela da Aunt Marcie, por Theo.

Os cinnamon rolls são bolinhos de canela em forma espiral. Apesar de não serem originários dos Estados Unidos (acredita-se que são originalmente suecos e chamados Kanelbulle) são muito populares entre os americanos, que adoram comê-los no café-da-manhã.

8 – Jambalaya

Chicken Jambalaya do Russo’s por stu_spivack.

Prato típico da cozinha cajun-creole do estado da Louisiana. De influência francesa e espanhola, o jambalaya é uma espécie de paella feita com arroz, frango, linguiça, frutos do mar, legumes, aipo, cebola e pimenta caiena.

9 – Philly Cheese Steak

Philly Cheese Steak por Kim Scarborough.

Sanduíche da cidade de Filadélfia, na Pensilvânia, feito com carne cortada em tiras bem finas e queijo derretido. O suculento Philly cheese steak é servido como uma refeição rápida em todo o país.

10 – Gumbo

Foto: gumbo caseiro, por jeffreyw

Outro prato típico da cozinha cajun-creole da Louisiana, o gumbo é uma sopa bem grossa feita com vários tipos de carne e frutos do mar. O que dá espessura ao gumbo é o molho béchamel, em algumas receitas, ou o quiabo, em outras. O gumbo é geralmente servido com arroz e sua preparação tem influência das culinárias africana-ocidental, francesa, indígena, espanhola e alemã.



Ver 2 comentários